fbpx
Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

A cuia do chimarrão é a imagem símbolo do povo gaúcho sendo um objeto quase sagrado em cada lar da região.

Ela tem um formato especial e único e quem aprecia a bebida sabe que o utensílio é cheio de particularidades que fazem toda diferença na hora do chima.

São feitas de vários materiais, mas a mais tradicional é a de porongo.

Nesse post você vai saber como a cuia do chimarrão é feita e os cuidados que se deve ter para comprá-la.

A origem da cuia do chimarrão

O hábito de tomar chimarrão já era cultivado pelos índios e eles já utilizavam a mesma matéria-prima para confeccionar o recipiente em que a bebida seria ingerida.

Nossos indígenas tomavam o líquido que era feito a partir de folhas quebradas da erva, misturadas em água quente que eram colocadas em infusão dentro de um pequeno porongo. 

Na época eles já utilizavam um canudo que continha uma base trançada para filtrar e tomar a bebida. 

De lá para cá, os processos de confeccionar a cuia mudaram, mas, continua-se usando o porongo para produzi-la. 

A cuia do chimarrão de porongo

Porongo é uma planta trepadeira da família da Lagenaria Siceraria que também é conhecida como cabaça. 

O fruto dessa planta é variado e pode se apresentar desde pequeno e arredondado como grande e comprido.

Por ser uma árvore muito antiga os índios já utilizavam seus frutos como utensílios, produzindo espécies de copos para suas bebidas. 

A tradicional cuia do chimarrão ainda é confeccionada com o porongo. 

Muita gente afirma que ela é feita de cabaça e precisamos deixar claro que esse é o nome popular do porongo. 

No entanto, existe outra árvore que também dá um fruto semelhante e que é utilizada para confeccioná-la.

Essa planta é a árvore da moringa ou Coité, pertencente à família Crescentia Cujete, que em algumas regiões também é chamada de cabaça. 

Por isso, alguns afirmam que a cuia é feita de porongo ou cabaça, referindo-se a árvore da moringa.  

Como é feita a cuia do chimarrão de porongo

Depois que o fruto é colhido ele passa por um processo de produção até virar a cuia do chimarrão.

Esses processos são:

Corta-se o fruto no formato e tamanho possível para a formação da peça.

Depois ela é colocada em um local à sombra para receber corrente de ar. Esse processo faz com que o material não rache e também elimina o cheiro característico do fruto. 

O próximo passo é furá-lo bem no centro dela para retirar todo o bagaço mole existente em seu interior. Nesse processo ela já fica lisinha. 

Por fim é hora de passá-la em um motor de alta rotação para que seja encerada, o que garante o brilho e a beleza à peça. 

Depois disso, está pronta para ser comercializada.

Além de porongo ou de árvore da moringa o mercado ainda disponibiliza material confeccionado em:

  • madeira, 
  • cerâmica, 
  • porcelana, 
  • vidro, 
  • aço inox.

Mas repetimos que a de Porongo é a mais tradicional delas.

Cuidado antes de usá-la

Antes de usá-la pela primeira vez é importante deixar a cuia cheia de água quente, não fervida, por aproximadamente 24 horas. 

Alguns recomendam que se coloque na água um punhado de cinza que pode ser derivada de lenha ou de carvão.

Depois ela deve ser lavada e ficar secando por no mínimo 72 horas na sombra. Aí é só chamar os amigos e matear!

Agora que você sabe como é feita a cuia do chimarrão que tal aprender como escolher uma cuia para o seu chimarrão?!

What's your reaction?
0Smile0Lol0Wow0Love0Sad0Angry

Aviso!

Estaremos em férias coletivas
entre os dias 11 e 22 de Fevereiro.

Informamos que dentro deste período as entregas estarão com um prazo estendido.